Sabemos que todos os colaboradores de uma empresa são representantes da mesma nos ambientes que frequentam, e o fato de estar inserido num clima insatisfatório dentro da organização pode fazer com que o atendimento ao cliente seja afetado negativamente, mas não é essa a realidade que um empresário espera. Na busca por resultados positivos, alguns aspectos devem ser observados e acompanhados para que a repercussão seja favorável ao empreendimento, uma dessas variáveis é a motivação da equipe.

A grande maioria da população já passou por alguma situação onde o atendimento foi insatisfatório. Os funcionários, por sua vez, também não se sentem respeitados dentro da organização e acabam descontando seu desagrado no momento de contato com o cliente, mesmo que indiretamente. É função do gestor exercer seu papel de liderança dentro desse momento de crise e saber lidar com esse tipo de problema. E essa é a primeira dica para elevar a motivação de uma equipe. Nós somos seres altamente influenciáveis, seguimos aqueles que vemos como inspiração, e cumprir a função de líder ajuda a conduzir os atendimentos ao sucesso.

Outro importante detalhe é que não devemos tratar os colaboradores como meros empregados, fazer com que se sintam parte de uma engrenagem em que eles também são necessários para a empresa funcionar os coloca numa posição de parceria, e isso os deixa mais propensos a darem seu melhor.

Junto disso, podemos considerar as metas como um estimulante do trabalho, pois chegar ao objetivo (que foi previamente definido) dentro do prazo faz com que os desafios sejam vistos com bons olhos. Ao verem do que são capazes, vão estar abertos a metas cada vez mais desafiadoras. Mas é importante que essas metas sejam alcançáveis. Se forem quase impossíveis, o efeito será contrário, desestimulando a equipe a trabalhar por meio de satisfação.

Também devemos observar o ambiente onde a equipe trabalha. E isso vai além de psicologia das cores, velocidade de movimentos e uniformes. Na verdade a relação entre os componentes de um grupo é um dos detalhes mais importantes, o padrão de comportamento deles e suas limitações vão definir os hábitos de trabalho que vão seguir. Isso foi comprovado no experimento de Hawthorne, que observou a relação de variáveis distintas no resultado de produção final dos empregados. Apesar de ter sido realizada em 1927, a experiência obteve conclusões que ainda se encaixam nos dias de hoje, incluindo o fato de que satisfação é tão importante para os empregados quanto o salário no fim do mês.

Contudo, podem haver situações onde a equipe permanece desmotivada e não conseguimos identificar o motivo de maneira efetiva. Nesse momento o indicado é solicitar o feedback dos colaboradores para que uma solução seja implementada. Na verdade o adequado é que esse retorno da equipe seja constante, e dar brecha aos integrantes da empresa para que se sintam livres para reclamar, sugerir e elogiar é algo positivo ao empreendimento. Até porque quem sabe mais sobre a empresa que os próprios colaboradores que fazem as engrenagens da organização rodarem?

Reunindo todos esses fatores pode-se dizer que a motivação é algo possível para qualquer empresa, manter essas atividades em prática é essencial, e com colaboradores satisfeitos teremos mais clientes voltando para uma segunda compra!

Aqui no HUB NIT acreditamos que a motivação é um dos pilares para gestão de equipe, mas não o único! Quer saber os outros? Entre em contato conosco ou faça uma visita ao nosso espaço! Será muito bem-vindo(a).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *